André-World-Press-blog

episódio 103 – André Carrilho

O convidado desta semana é o André Carrilho, ilustrador e cartoonista que recentemente ganhou o World Press Cartoon.

Não conhecia o André, mas quando do anúncio da sua vitória, decidi contactá-lo para saber da possibilidade de conversarmos para o podcast. Prontamente acedeu, porém por várias razões, não foi fácil arranjar um dia e um local que desse para os dois, daí termos finalmente decidido fazer por Skype.

Foi muito fácil falar com ele, muito acessível, e descontraído.

Deu para perceber porque razão tem teve o reconhecimento, e os trabalhos importantes que tem feito.

É alguém que gosta de desenhar, que se prepara para quando a sorte lhe bate à porta, só ter de dizer “presente”.

Já conhece processos que potenciam a sua criatividade, e são sobretudo uma capacidade de estar atento, equilibrada com um deixar fluir.

Não há uma receita, mas como muito dos criativos, cria as condições para que as ideias surjam, é só isso que se pode fazer, não dá para forçar.

Os trabalhos quer já fez internacionalmente, deram-lhe algum reconhecimento, mas isso não faz com que as dúvidas sobre as capacidades desapareçam.

Esse maldito “síndrome do impostor” é algo com que eu, e muitos outros nos debatemos, na altura de nos expormos, apresentando o fruto das nossas e ideias e do nosso trabalho.

Há para mim uma certa tranquilidade em saber que os que fazem e os que não fazem, têm dúvidas, mas os que fazem, fazem apesar delas.

Livro sugerido é “Corto Maltese, A balada do Mar Salgado” de Hugo Pratt.