episódio 65 Catarina Sousa

A convidada desta semana é a Catarina Sousa, arquitecta que tive contacto através de  uma partilha de uma amiga minha, a Cecília Lopes que tem um centro de yoga onde a Catarina pratica, o Surya Yoga Shala.

A Catarina tem uma página no facebook Inner Tree, onde partilha dicas, frases, e outras coisas relacionadas com a  harmonia, arquitectura, feng shui, e outros assuntos afins.

Quando fui falar com a Catarina andava eu próprio a sentir-me desconfortável na minha própria casa, e a sentir que havia várias coisas que não fluiam, o podcast, a relação com as minhas filhas, e até a relação comigo mesmo.

Sentia a falta de um espaço dedicado ao trabalho, pois o escritório era um bocado que eu ocupava na sala. O espaço para criar o escritório existia, estava era cheio de tralha e a preguiça/procrastinação não deixavam que a mudança se fizesse.

Já está, neste momento escrevo no dito espaço, que era uma pena estar dedicado a acumular tralha. Foto da vista em anexo.

Foto-Office

A Catarina tem um percurso dentro da arquitectura até bastante lógico, trabalhar num atelier durante 10 anos, chegar a ter sociedade, e depois perceber que a vida não pode ser só isto.

O seu gosto pela harmonia fizeram-na chegar ao Feng Shui, uma “corrente de pensamento analítico” (segundo a wikipédia), que tenta criar essa mesma harmonia nos espaços onde habitamos.

Agora a Catarina tem essa ferramenta que usa para fazer avaliações de espaços, usando instrumentos como a Lo Pan, que ajudam a tornar mais claro aquilo que por vezes sentimos e não conseguimos identificar quando entramos numa sala que parece não funcionar.

Como ponto de partida é essencial “destralhar”, vermo-nos livres daquilo que já não usamos e que vamos deixando ficar lá por casa, e que acaba por bloquear o fluxo normal da energia.

Haverá concerteza pessoas que não acreditam em nada destas coisas, mas eu não sou dessas pessoas, eu acredito que as coisas que nos rodeiam nos influenciam, mas mais importante do que isso é a ligação emocional que criamos a certas coisas, um apego que não nos deixam avançar como se de uma âncora se tratasse.

A sensação que fiquei ao falar com a Catarina é que as coisas fluem porque ela respeita o seu ser, se respeita, e essa clareza que vem de não forçar, permitiu-lhe ver uma oportunidade de negócio numa necessidade, e assim criou a Mercearia da Terra, um pequeno negócio que traz para a cidade as riquezas escondidas que temos em muitas zonas rurais de Portugal.

Vou então respeitar-me mais, largar o excesso e zarpar a àguas mais prolíferas.

LIRIO-DA-PAZ-1Lírio da Paz – serve para absorver radiações. Obrigado Sr Lírio.

LO-Pan-Feng-Shui Lo Pan – Bússola para o Feng Shui