Os Beatles

O que seria dos Beatles se começassem agora?

Os Beatles soam em banda sonora de fundo cantando “…good morning, good morning…”, e eu pus-me a pensar numa questão.

Será que os Beatles seriam “OS BEATLES”,  banda que todos conhecem e que de alguma forma mudaram a música para sempre, se tivessem vivido nos dias de hoje?

Uma ressalva desde já, antes que me comecem a bater, eu sou fã dos Beatles, por isso acompanhem-me neste raciocínio.

Hoje em dia qualquer banda que esteja a começar, além das bandas que também elas estão a começar e as bandas que já cá estão, tem de competir com toda a música que temos para trás.

Pensem nisto, quando os Beatles surgiram quantas músicas existiam gravadas e disponíveis para ser ouvidas e passadas na rádio, desde que se inventou a gravação musical?

Qualquer pessoa hoje em dia, ou quase todas as pessoas, têm acesso a toda a música que já foi feita, seja ela de que ano ou género for.

Os Beatles, os Rolling Stones, o Elvis, e todos esses artistas, são concorrentes pela atenção musical que uma banda que começa necessita.

Ter um número grande êxitos à escala mundial torna-se cada vez mais difícil, daí ser a música mais pop,  com maior máquina de marketing por trás, ou até uma história associada que seja mais comovente, a escolhida para ouvir.

Quantas rádios existiam na altura dos Beatles? Quantos canais de televisão? Muito menos do que agora, os canais de acesso ao público aumentaram, o público aumentou, mas a dispersão foi a que aumentou mais.

Um êxito vendia muitos discos pela escassez de alternativas, hoje em dia por muito boa que seja a música, terá sempre de competir com a segunda metade do século XX e as primeiras décadas do século XXI.