Tagged cócó

Inspiração e Cócó

  •  Inspiração – 1.acção através da qual o ar entra nos pulmões 2.insuflação divina 3.faculdade criadora 4.acção de inspirar algo a alguém;influência 5.sugestão;lembrança 6.ideia ou pensamento súbito.
  • Expiração – 1.acto de expirar 2.fenómeno mecânico da função respiratória, que consiste na expulsão do ar (que tinha sido inspirado) dos pulmões para o exterior 3.termo de um período convencionado

Como se pode ler através das definições das duas palavras, o acto de inspirar tem no caso da criatividade uma maior relevância, do meu ponto de vista, pois a expiração é o resultado daquilo que foi inspirado e depois processado.

A ideia de escrever este post surgiu porque ouvi alguém a falar da importância que a qualidade daquilo que “inspiramos” tem na qualidade daquilo que “expiramos”.

Isto é, se só consumirmos ar poluído, música de má qualidade, mau cinema, mau jornalismo, intrigas e fast food, o resultado é que aquilo que produzimos será também de má qualidade (peço desculpa pela imagem escatológica que acabei de colocar nas vossas cabeças, mas o resultado é de facto, cócó).

Por outro lado se deliberadamente e conscientemente dermos prioridade a inspirar ar puro do campo (ou praia para aqueles que preferirem), música de qualidade, estar com pessoas positivas, e ingerir comida saudável, o resultado será sem dúvida bem melhor (sei que na comida saudável também resulta em cócó, mas é a única desta lista).

Resumindo e concluindo, por estas razões, cultivem o hábito de ser selectivos com o que consomem, escolhendo não ler imprensa sensacionalista, não responder nem dar importância a pessoas negativas, ver os melhores filmes que conseguirem, ler livros que vos emocionem, e evitando a fast food.

Embora simples não é fácil, grande parte daquilo que temos contacto no nosso dia-a-dia é de má qualidade, se não formos criteriosos, e se activamente não procurarmos fontes de inspiração saudáveis é facilmente viramos água parada e mal-cheirosa.

Temos de descobrir as fontes que fazem sentido para nós, e reservar tempo para as consumirmos, e da minha experiência aquilo que vos posso dizer, é que quando como rosas, cheira menos mal.

Exemplos prácticos:

-15 minutos de leitura ao deitar ou ao acordar

-15 minutos de passeio ao ar livre

-Telefonemas e encontros com pessoas que nos fazem sentir bem

-1 bom filme por semana

-Evitar o pão e comer mais saladas

-15 minutos de escrita

-10/15 minutos de meditação

-20 minutos de exercício físico

Não é preciso fazer todos, é melhor escolher dois, testar durante duas semanas e analisar o resultado. A seguir manter esses, testar novos, e até acrescentar outros.

E vocês têm rotinas e hábitos que vos ajudam a “expirar melhor”?

Sugestões aqui nos comentários são muito bem-vindas.